O cromo é um mineral traço essencial envolvido no metabolismo de carboidratos, lipídios (gorduras) e proteínas, mais especificamente na captação da glicose e aminoácidos pelas células. Este mineral age potencializando a ação da insulina. 

Confira os tipos do mineral em suplementos, como o picolinato de cromo atua no organismo, seu papel no emagrecimento, fontes alimentares e recomendação de consumo.

Tipos de cromo encontrado em suplementos alimentares

É possível encontrar opções de suplementos como cromo e como picolinato de cromo. 

O cromo é um composto inorgânico que possui uma absorção baixa, porém na forma de composto orgânico, como nicotinato e picolinato, é melhor absorvido.

Por esse motivo, a versão em picolinato de cromo é a mais encontrada disponível no mercado, pois o picolinato de cromo ajuda a estabilizar os níveis de glicose de seu sangue, ou seja, faz com que o corpo não tenha tantos “altos e baixos” de glicose.

Picolinato de cromo: para que serve?

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas, que permite a entrada de glicose (açúcar) nas células para ser transformada em energia. 

O papel do cromo se dá pela potencialização da ação da insulina, pois ele pode aumentar a fluidez da membrana celular, facilitando a ligação da insulina com seu receptor. 

Picolinato de cromo emagrece?

No caso de dietas restritas em carboidratos e doces, como por exemplo, no caso de diabéticos e dietas para emagrecimento, normalmente aumenta-se a vontade pelo consumo de carboidratos.

O mesmo acontece em pessoas com resistência à insulina, onde há uma dificuldade de entrada de glicose dentro das células, tornando assim as células com mais fome por açúcar. 

Diante disso, o picolinato atua como um ajuste, uma vez que ele contribui na regulação dos níveis de glicose, reduzindo a vontade de consumir massas e doces, sendo um aliado para pessoas em processo de emagrecimento, por exemplo.

Também está relacionada com o metabolismo de gorduras, melhorando os níveis de HDL, conhecido como bom colesterol e na redução do LDL colesterol.  

Quais são as principais fontes de cromo?

As principais fontes são:

  • Oleaginosas (castanhas, amêndoas, nozes, etc)
  • Cereais integrais (aveia, linhaça, chia)
  • Frutas (ameixa, banana, maçã)
  • Vegetais (espinafre, brócolis, tomate)
  • Leguminosas (feijões, soja)
  • Carnes, frangos
  • Frutos do mar
  • Ovos
  • Aspargos
  • Levedo de cerveja 
  • Cogumelos

Recomendação de consumo

A ingestão diária e segura de cromo em adultos é recomendada entre 50 e 200µg/dia e, apesar de ser considerado um elemento essencial, não existe uma ingestão dietética recomendada (RDA) específica para o cromo. 

Contudo, a publicação recente das novas ingestões dietéticas de referência (DRI) trouxe um valor de ingestão adequada para este mineral de 25 e 35µg/dia para mulheres e homens adultos, respectivamente. 

Referências:

https://www.scielo.br/j/rbme/a/6kWrLdbpKbJp334gRhnHpvb/?format=pdf&lang=pt

repositorio.uniceub.br/jspui/bitstream/prefix/13495/1/21606982.pdf

Priscila Gomes

Priscila Gomes é nutricionista registrada (CRN-3 29036) Graduada pelo Universidade Paulista. Atua na área de marketing nutricional e funcional na rede Mundo Verde, onde realiza treinamentos de capacitação para equipe de campo nos diferentes estados do Brasil, além do suporte nutricional atrelado a equipe de marketing da empresa.

Deixe uma resposta