O sal de cozinha, também conhecido por cloreto de sódio (NaCl), fornece cerca de 40% de sódio e 60% de cloro, faz parte da alimentação da população do mundo inteiro e desde que sejam consumidas as quantidades recomendadas por dia, exerce função importante para a saúde.

Existem tipos diferentes de sal, com cores, teor de sódio e outros minerais que mudam conforme cada tipo e processo de refinamento utilizado. Conheça as funções do alimento no organismo, a recomendação de consumo, os variados tipos de sal que podem ser incluídos na dieta e ainda aprenda a fazer o seu próprio sal de ervas.

Funções do sódio no organismo

O sódio presente no sal é um nutriente necessário para diversas funções, tais como:

  • Manutenção do volume no plasma
  • Equilíbrio ácido-base
  • Transmissão de impulsos nervosos
  • Funcionamento das células

Com tantas funções importantes fica claro que não existe o alimento vilão, e este não deve ser excluído da alimentação diária, mas deve ser consumido com moderação.

Recomendação de sal e sódio por dia

A recomendação da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) para o sal é de 5 a 6g/dia e a recomendação de sódio é de 1,6 a 2,4g/dia (1600 a 2400 mg). 

Um grama de sal refinado tem aproximadamente 400mg de sódio. 

O sal adicionado nos alimentos possui sódio, mas o que alguns não sabem é que os alimentos também possuem sódio em sua composição, ou seja, sódio intrínseco. 

Há alimentos com baixa concentração de sódio, como vegetais e frutas e os alimentos com alto teor de sódio como os industrializados e ultraprocessados. 

Tipo de Sal

Sal refinado /comum

Pobre em micronutrientes, contém aditivos químicos, e por lei, é adicionado de iodo para combater a deficiência deste mineral, importante para a formação dos hormônios da tireoide. 

  • 1g de sal refinado possui 400mg de sódio. 

É o mais tradicional utilizado na cozinha brasileira, para temperar os mais diversos tipos de preparações salgadas e realçar o sabor de algumas receitas doces.

Sal light

Possui teor reduzido de sódio, com uma mistura de 50% de cloreto de sódio e 50% de cloreto de potássio. 

  • 1g de sal light possui em média 197mg de sódio. 

A forma de utilização é muito parecida com o sal refinado comum, mas atenção na quantidade, experimente com uma quantidade menor do que utilizava do sal comum, ele costuma deixar as preparações mais temperadas.

Pessoas com restrição ao potássio (por doenças renais, por exemplo), devem consultar o médico e/ou nutricionista antes do consumo, ele pode ser contra-indicado nestes casos.

Sal marinho

É raspado manualmente na superfície de lagos de evaporação. Não é muito processado, o que preserva os sais minerais. Pode ser grosso, fino ou em flocos. 

  • 1g de sal marinho possui cerca de 390mg de sódio. 

Além do uso culinário, este sal costuma ser utilizado para uso cosmético em esfoliantes e sais de banho, por exemplo.

Flor de sal

Contém mais sódio que o sal refinado, em torno de 10% a mais. Na sua elaboração são utilizados apenas alguns cristais retirados da camada superficial das salinas. 

Tem sabor intenso e é crocante, utilizado após a preparação dos alimentos. 

  • 1g de flor de sal possui 450mg de sódio. 

Seu uso é principalmente na finalização dos pratos, para realçar o sabor, além de trazer uma textura crocante e beleza ao prato, por isso não é indicado utilizar durante o cozimento. 

Sal do Himalaia

É extraído no Himalaia. Não passa por processo de refino, mantendo mais de 80 minerais, dentre eles: o cálcio, magnésio, potássio, cobre e ferro. 

Devido a essa presença de minerais, os cristais de sal possuem sabor suave e coloração rosada. 

Além do uso tradicional no preparo das receitas, pode ser utilizado como decoração dos pratos, seja ele moído em flocos grossos ou até mesmo uma pedra grande de sal, muito utilizado em restaurantes japoneses, onde o peixe cru é servido sob a pedra de sal rosa.

Consuma com moderação

Lembrando que mesmo sendo utilizadas as opções com menor concentração de sódio, estes devem ser utilizados com moderação, assim como a SBC recomenda. 

Existem também opções como o gersal (mistura de sal com gergelim moído) e o sal de ervas, onde são adicionadas algumas ervas ao sal. Confira esta receita e prepare o seu próprio sal de ervas!

Receita de Sal de ervas

sal de ervas

Ingredientes:

  • 25g (1 colher de sopa) de sal rosa do himalaia
  • 25g (5 colheres de sopa) de alecrim desidratado
  • 25g (6 colheres de sopa) de salsinha desidratado
  • 25g (6 colheres de sopa) de manjericão desidratado
  • 25g (6 colheres de sopa) de orégano desidratado

Modo de preparo: 

Bata todos os ingredientes no liquidificador e acondicione em um pote de vidro bem seco com tampa.

Referências:

https://www.asbran.org.br/noticias/entenda-os-diferentes-tipos-de-sal-e-reduza-o-consumo

diabetes.org.br/publico/noticias-nutricao/1313-tipos-de-sal-e-suas-diferencas

Priscila Gomes

Priscila Gomes é nutricionista registrada (CRN-3 29036) Graduada pelo Universidade Paulista. Atua na área de marketing nutricional e funcional na rede Mundo Verde, onde realiza treinamentos de capacitação para equipe de campo nos diferentes estados do Brasil, além do suporte nutricional atrelado a equipe de marketing da empresa.

One Reply to “5 diferentes tipos de sal e como utilizar”

Deixe uma resposta