Quem nunca comeu assistindo a um filme, ou como petisco durante a tarde?

Um alimento que apesar das pessoas esquecerem dentro da elaboração de dietas, pode trazer benefícios à saúde. A pipoca é proveniente do milho, e este é um cereal, ou seja, são grãos comestíveis que dentre suas principais funções é o fornecimento de energia para desenvolvermos as atividades diárias.  Por ser um cereal, a pipoca é rica em fibras e para entendermos melhor, um exemplo é que em 100 gramas de pipoca encontramos acerca de 14,3 gramas de fibra alimentar, o que significa que esse alimento contribui com a saciedade, ajudando no controle do apetite e consequentemente, no emagrecimento. Mas, atenção à quantidade consumida, afinal mesmo com tantos benefícios, ela possui calorias e associada à forma de consumo como a adição de gorduras (manteigas e óleos) e sal, aumenta-se a quantidade calórica da porção. Por isso, o cuidado ao consumi-la é importante, já que nem toda pipoca pode ser considerada saudável.

As versões de pipoca de micro-ondas que podem ser encontradas em mercados, por incluir ingredientes, com adição de alguns tipos de gorduras (apresentam teor muito alto de gordura trans e saturadas de modo geral), muito sal e aditivos químicos, não são recomendadas para consumo, por trazerem malefícios à saúde. Contudo, em sua forma natural, feita a partir de milho estourado, a pipoca mantém suas propriedades nutricionais.

Como opção alternativa, hoje encontramos em lojas de eletrodomésticos, a pipoqueira elétrica. Esta é uma ótima opção pela praticidade e pela forma como a pipoca é feita.  O grão de milho na pipoqueira elétrica é estourado pelo vapor (calor), com isso ele apresenta baixa caloria. Por exemplo, uma xícara de pipoca contém apenas 31calorias e por isso, acaba sendo bastante interessante para pessoas que possuem restrição calórica ou estão em processo de emagrecimento.

Outra forma de preparar a pipoca e uma das formas mais antigas é na panela comum, no fogão. Você pode tanto estourar o milho com a própria temperatura da panela, quanto adicionar em sua preparação um fio de gordura, como o azeite (no qual é indicado, por ser uma gordura boa). Importante entendermos que independente de acrescentar o azeite ou outra fonte de gordura, esta forma de preparo é uma das opções mais saudáveis e interessantes para o preparo.

A pipoca de cinema, apesar de saborosa para muitos, é feita à base de gordura ruim e mais especificamente, o processo dela se dá quando os grãos dos milhos são estourados em óleo (gordura saturada), além de ser adicionado muito sal e ainda em alguns lugares, adiciona-se mais manteiga derretida por cima, o que torna um alimento bastante gorduroso e calórico, não sendo uma opção de lanche saudável.

As pipocas são consideradas ótimos snacks para o dia a dia, por serem versáteis, práticas e também por podermos encontrar com bastante facilidade em lojas de produtos naturais, em versões já prontas para o consumo, em opções mais saudáveis e saborosas.

Agora que já conhecemos um pouco mais sobre a pipoca, desde seus benefícios a preparações e cuidados que precisamos ter ao consumi-la, que tal incluirmos dentro do seu cardápio saudável e se beneficiar deste alimento tão nutritivo?

Conheça agora alguns dos snacks deliciosos do Mundo Verde assistindo um dos episódio Do Nutricionês para o Português!

Referência:

http://www.idec.org.br/uploads/revistas_materias/pdfs/2008-07-ed123-pesquisa-pipoca.pdf

https://www.researchgate.net/publication/310752893_Compostos_bioativos_nos_graos_de_milho_pipoca_antes_e_apos_o_processamento

Amanda Peixoto – Nutricionista da Rede Mundo Verde.

Receita de pipoca saudável de micro-ondas:

Ingredientes que irá precisar:

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes em um prato de vidro que possa ir ao micro-ondas. Misture bem. Cubra com um filme plástico. Faça 4 furos com o auxílio de um garfo. Coloque no tempo entre 2 a 3 minutos no micro-ondas.

Deixe uma resposta