Sabemos que a mídia tem um papel importante no aumento da busca pelo corpo magro e na melhora da aparência, principalmente para o público feminino. Diversas dietas surgem a todo o tempo com a promessa de perda de peso cada vez mais rápida sem levar em conta os aspecto individuais e necessidades. Listamos 5 tipos de dietas da moda e suas principais características, veja também os perigos em realizar essas dietas e qual estratégia para um emagrecimento eficaz.

Aumento da busca pelo emagrecimento

Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas – IBGE em 2019, 61,7% dos adultos brasileiros estavam acima do peso. Cerca de 96 milhões de pessoas acima de 18 anos apresentaram o Índice de Massa Corporal (IMC) igual ou maior que 25 kg/m², indicando sobrepeso ou obesidade. A pesquisa revelou ainda uma prevalência maior de excesso de peso no sexo feminino. 

Dados do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE) afirmam que 40% das mulheres estão realizando algum tipo de modificação do padrão alimentar, visando à perda ponderal, enquanto 29% dos homens fazem a mesma afirmação.

Se você também está nesta constante busca pelo emagrecimento, confira o que a Nutricionista Priscila Gomes destaca sobre essas dietas e os problemas que podem ocorrer quando não existe um acompanhamento adequado.

O que são dietas da moda? 

Geralmente são dietas bastante restritivas e com a promessa de uma perda de peso rápida. Conheça algumas delas e suas principais características.

Dieta Atkins

Criada pelo cardiologista norte-americano Robert Atkins nos anos 1970, o método ficou conhecido como dieta da proteína por priorizar a ingestão desse nutriente, além de gorduras, enquanto limita severamente o consumo de carboidratos.

Alimentos de origem animal, como carnes (inclusive bacon e embutidos), ovos, leite e derivados são protagonistas do cardápio.

Dieta SirtFood

Baseia-se na restrição de calorias, associada com alimentos que estimulam o funcionamento de uma enzima chamada Sirtuína

Esta enzima é responsável por estimular o emagrecimento e o metabolismo do tecido adiposo (onde estão as células de gordura). Apesar de causar perda de peso rápida, não tem comprovação científica. 

Dieta Low Carb

Baseada em uma redução do consumo de carboidratos e equilíbrio no consumo de proteínas e gorduras.

O objetivo da dieta low carb não é zerar os carboidratos e sim, consumi-los através de suas melhores fontes, como algumas frutas, legumes e verduras. Dando preferência às versões de proteínas mais magras e gordura de qualidade, como: castanhas, abacate, coco e outros. 

Dieta Dukan

Criada pelo médico francês Pierre Dukan, também é focada na diminuição da ingestão de carboidratos. Também é feita por etapas e fase, sendo que a quarta é a última e não tem prazo definido para terminar.

Dieta Cetogênica

Foi criada com o objetivo de tratar pacientes epiléticos, porque neste caso, o indivíduo reduz drasticamente o consumo de carboidratos e com a redução de glicose, seria possível ajudar na redução das crises. Como acontecia do indivíduo emagrecer e reduzir inflamação no corpo, muitas pessoas aderiram a dieta com foco no emagrecimento. 

Perigos ao realizar as Dietas da Moda

Essas dietas podem ser desequilibradas quando não é levada em consideração as necessidades nutricionais de cada indivíduo e não sendo elaborada e acompanhada por um profissional capacitado. 

Algumas dessas dietas são quantificadas somente os macronutrientes, são eles carboidratos, proteínas e gorduras. Já os micronutrientes, que são vitaminas e minerais, não são mensurados e adequados. 

As dietas da moda podem trazer resultados imediatos em relação à perda de peso, mas não de forma eficaz. Outra questão são as deficiências nutricionais que podem ocorrer durante a dieta, caso seja seguida por um período prolongado. 

Em um estudo realizado anteriormente, foram analisados os cardápios que são publicados em revistas direcionadas ao público feminino, disponíveis em bancas de jornal na cidade de São Paulo. Concluiu-se que os cardápios não atingem a maior parte das necessidades nutricionais e não leva em consideração a individualidade biológica, podendo apresentar risco as pessoas que seguem esse tipo de dieta. 

Qual estratégia para um emagrecimento eficaz? 

Primeiramente é importante entender que não existe uma pílula emagrecedora. Compreender que não é uma dieta com data para início e fim, mas sim, uma reeducação alimentar, com a inclusão de bons hábitos alimentares que deve ser aplicada em equilíbrio para sempre. 

Deve ser elaborado um plano alimentar individual, avaliando as necessidades nutricionais de cada indivíduo, com estratégias a fim de reduzir os riscos metabólicos e também avaliando a melhora da autoestima. 

Não só a alimentação deve ser avaliada, mas hábitos de vida como um todo, dessa forma, irão contribuir para um emagrecimento efetivo e saudável.

O exercício físico deve fazer parte da rotina, pois além de aumentar o gasto energético, ajuda em outros aspectos importantes, tais como:

  • Regulação hormonal
  • Modificação da composição corporal
  • Aumento da massa magra
  • Melhora a taxa de metabolismo basal

Para isso recomendamos sempre um acompanhamento nutricional com um profissional habilitado em consultório. Pois ele quem avaliará as necessidades individuais e estabelecerá quais estratégias são mais eficazes para um emagrecimento eficiente para cada paciente. 

Referências:

MARANGONI, J.; PANSANI, F. ANÁLISE DA COMPOSIÇÃO NUTRICIONAL DE DIETAS DA MODA PUBLICADAS EM REVISTAS FEMININAS. RASBRAN – Revista da Associação Brasileira de Nutrição. São Paulo, SP, Ano 8, n. 1, p. 31-36, Jan-Jun. 2017 -ISSN 2357-7894.

sgc.goias.gov.br/upload/arquivos/2016-07/consequencias-da-dietas-da-moda.pdf

fap.com.br/anais/congresso-multidisciplinar-2019/poster/220.pdf

Priscila Gomes

Priscila Gomes é nutricionista registrada (CRN-3 29036) Graduada pelo Universidade Paulista. Atua na área de marketing nutricional e funcional na rede Mundo Verde, onde realiza treinamentos de capacitação para equipe de campo nos diferentes estados do Brasil, além do suporte nutricional atrelado a equipe de marketing da empresa.

Deixe uma resposta