Quando se fala sobre perda de peso, muitos logo pensam em fórmulas mágicas. Que basta apenas consumir um determinado alimento ou produto e terá sucesso no emagrecimento.  

Mas será que independente dos hábitos alimentares e atividade física, consumindo apenas um produto é possível emagrecer? A resposta é não!

Para obter sucesso no processo de emagrecimento é imprescindível que a alimentação saudável seja um hábito, vire rotina, além de manter exercício físico em constância.

É muito comum encontrarmos dietas milagrosas em páginas na internet, revistas e até mesmo em redes sociais. Mas é superimportante entender que cada corpo tem uma necessidade nutricional específica e a dieta do colega, muitas vezes não supre as suas demandas nutricionais. Além do que, àquela dieta super restrita com um dia certo para começar e acabar, pode gerar o famoso efeito sanfona, que é quando ocorre o emagrecimento com determinada dieta, porém quando é finalizada, o peso é recuperado rapidamente ou até mesmo uns quilinhos a mais.

Mas isso não quer dizer que não existam alimentos que sejam aliados ao processo de emagrecimento! Entenda que isoladamente um alimento/produto não irá emagrecer, mas junto de diversos outros alimentos e estratégias nutricionais, poderão contribuir no processo do emagrecimento, além de trazer mais saúde para o corpo e mente.

Vamos conhecer quais são eles?

Lembrando que para descobrir quais são as necessidades nutricionais conforme suas individualidades, é essencial a busca por um nutricionista em consultório. Mas de toda forma, manter uma alimentação que tenha como base os alimentos naturais, como verduras, frutas e legumes, cereais integrais, carnes magras e leguminosas, evitando o consumo de alimentos industrializados, ultraprocessados, açúcares e gorduras saturadas, assim como associar exercício físico regularmente, esses irão contribuir para uma vida mais saudável, consequentemente ajudará no processo de emagrecimento.

Fibras:

Auxiliam no emagrecimento pois seu consumo aumenta a sensação de saciedade, reduzindo a compulsão alimentar e o apetite, além de ajudar no funcionamento intestinal, caso o consumo de água seja adequado. Vale substituir o arroz branco, farinha de trigo, pães, macarrões, pelas versões integrais, pois essas possuem uma grande quantidade de fibras. Aumente o consumo de verduras, legumes e frutas, que devem ser consumidos diariamente. As frutas podem ser consumidas junto com a semente de linhaça, semente de chia, psyllium, aveias e as sementes como o girassol e abóbora, assim como as nuts, como castanha do Pará e caju, amêndoas, nozes, macadâmia, que além de fibras, possuem gorduras boas, e essas sim devem estar presente na alimentação no dia a dia.

Proteínas:

São ótimas para ajudar a reduzir o apetite. Importantes para a construção, manutenção e hipertrofia dos músculos, deve ser consumida ao longo do dia, inclusive em lanches intermediários. Prefira sempre as versões de origem animal com cortes mais magros, sem gordura aparente e preparações culinárias mais saudáveis como grelhar, assar e ao molho, sempre em pouco óleo. As proteínas vegetais também são bem-vindas e podem ser consumidas, são elas feijões, lentilha, soja, ervilha, entre outros.

Termogênicos:

Os alimentos termogênicos são aqueles que contribuem na queima de gordura, já que aumentam a temperatura corporal, aceleram o metabolismo e contribuem para um maior gasto energético. É importante lembrar que a ação dos termogênicos só terá efeito se for associado à uma vida saudável. São eles café/cafeína, pimenta vermelha, chá verde, laranja amarga, entre outros.

Água:

Essencial para nosso corpo. É ótimo para eliminar toxinas, ajudar o intestino a funcionar melhor, evitar a retenção de líquido, importante no transporte de oxigênio e de nutrientes até as células do organismo. Atenção, algumas vezes a sede é confundida com fome. Isso acontece pois os sinais de fome e sede ficam muito próximos no cérebro. Dessa forma mantenha-se hidratado. Consuma água ao longo do dia, e uma forma simples de saber o quanto deve ser consumido é com o cálculo de 35ml x o seu peso. Mantenha uma garrafinha sempre ao lado.

Lembrando que para descobrir quais são as necessidades nutricionais conforme suas individualidades, é essencial a busca por um nutricionista em consultório. Mas de toda forma, manter uma alimentação que tenha como base os alimentos naturais, como verduras, frutas e legumes, cereais integrais, carnes magras e leguminosas, evitando o consumo de alimentos industrializados, ultraprocessados, açúcares e gorduras saturadas, assim como associar exercício físico regularmente, esses irão contribuir para uma vida mais saudável, consequentemente ajudará no processo de emagrecimento.

Referências:

https://www.scielo.br/j/abem/a/rkpFTjXYdMrNFMz3q7W8FTf/?lang=pt&format=pdf

Receita:

Overnight oats

Ingredientes:

1 xícara de farelo de aveia sem glúten Mundo Verde Seleção

2 colheres de sobremesa de semente de chia Mundo Verde Seleção

1 banana madura cortada em rodelas

¼ de xícara de nozes picadas grosseiramente

1 xícara de bebida vegetal sem açúcar

1 colher de sopa de néctar de coco Mundo Verde Seleção

MODO DE PREPARO:

Em um recipiente de vidro com tampa, coloque o farelo de aveia, metade das rodelas de banana, acrescente as sementes de chia, coloque o restante das rodelas de banana e por fim acrescente as nozes. Cubra com bebida vegetal, adicione o néctar de coco e mexa. Feche o recipiente, leve a geladeira de um dia para o outro por pelo menos 6 horas. Pela manhã, misture novamente todo o conteúdo e está pronto para o consumo. Pode adicionar frutas picadas e mais nozes por cima para decorar.

Priscila Gomes

Priscila Gomes é nutricionista registrada (CRN-3 29036) Graduada pelo Universidade Paulista. Atua na área de marketing nutricional e funcional na rede Mundo Verde, onde realiza treinamentos de capacitação para equipe de campo nos diferentes estados do Brasil, além do suporte nutricional atrelado a equipe de marketing da empresa.

Deixe uma resposta