O ácido fólico é a vitamina B9 do complexo B, abundante nas folhas verdes. Em sua forma sintética é denominado ácido fólico, e o termo folato, é a forma da vitamina naturalmente encontrada nos alimentos. Desta forma, suplementos vitamínicos e alimentos fortificados, usam a nomenclatura “ácido fólico”. 

O consumo do ácido fólico é recomendado para a saúde de todos, mas especialmente para gestantes e mulheres que pretendem engravidar, na qual a suplementação é essencial, visto que a sua carência pode causar graves transtornos para a gestante e seu bebê. Confira os perigos da deficiência de ácido fólico, seus benefícios e fontes alimentares.

Pra que serve a suplementação de ácido fólico?

Na gestação, sua suplementação adequada previne:

  • Defeitos de fechamento do tubo neural como anencefalia e espinha bífida
  • Lábio leporino 
  • Fenda palatina
  • Malformações cardíacas
  •  Malformações no trato gênito-urinário

Por isso a sua suplementação deve ser iniciada antes mesmo da concepção, já que o tubo neural se fecha entre o 22º e 28º dias após a concepção. O fechamento deste tubo é essencial para a formação da calota craniana e da coluna vertebral e a suplementação tardia pode aumentar o risco de malformações

Na população em geral, a baixa concentração de ácido fólico no sangue, pode causar anemia megaloblástica ou hemolítica, desnutrição, hepatite alcoólica, hipertireoidismo, deficiência de vitamina C, câncer, febre, entre outros. 

Benefícios da suplementação

Dentre os benefícios da suplementação de ácido fólico estão:

  • Importante para a saúde cerebral, reduzindo casos de demência e doença de Alzheimer
  • Papel essencial na saúde das unhas e cabelos, estimulando o crescimento 
  • Essencial para a saúde da pele reduzindo acne e dermatite
  • Protege o sistema circulatório
  • Atua na prevenção de doenças cardiovasculares

Fontes alimentares da vitamina B9

As principais fontes alimentares de ácido fólico são:

  • Espinafre
  • Feijão branco
  • Aspargos
  • Verduras de folhas escuras
  • Couve de bruxelas
  • Soja e derivados
  • Laranja, melão e maçã
  • Brócolis
  • Gema de ovo, fígado e peixes
  • Gérmen de trigo
  • Salsinha
  • Beterraba crua
  • Amendoim

O cozimento prolongado destes alimentos pode reduzir cerca de 90% de sua concentração de ácido fólico, sendo necessária a suplementação em casos de mulheres que desejam engravidar, por exemplo. 

Referências:

periodicos.ses.sp.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0073-98552007000200002&lng=pt

nutricaoempauta.com.br/lista_artigo.php?cod=400

Priscila Gomes

Priscila Gomes é nutricionista registrada (CRN-3 29036) Graduada pelo Universidade Paulista. Atua na área de marketing nutricional e funcional na rede Mundo Verde, onde realiza treinamentos de capacitação para equipe de campo nos diferentes estados do Brasil, além do suporte nutricional atrelado a equipe de marketing da empresa.

One Reply to “Ácido fólico: pra que serve, benefícios e fontes alimentares”

Deixe uma resposta