A menopausa é caracterizada por inúmeros sinais e sintomas apresentados pelas mulheres e que são influenciados diretamente pela alteração hormonal. A alimentação na menopausa é algo que pode favorecer a saúde das mulheres, com um aporte adequado de nutrientes e com uma suplementação correta, os sinais e sintomas da menopausa podem ser atenuados, proporcionando melhora da qualidade de vida da mulher e prevenção de futuras doenças.

Sinais e Sintomas da Menopausa

O estrogênio é o hormônio que mais sofre alterações neste período. Suas taxas são reduzidas consideravelmente e isso aumenta o risco do desenvolvimento de doenças cardíacas e nos ossos. Isso explica a maior incidência de osteoporose entre mulheres menopausadas. 

Outro ponto bastante relevante sofre a queda do estrogênio é também a redução do aminoácido triptofano, ligado à produção de serotonina e melatonina. Com baixas taxas de triptofano é recorrente os casos de depressão, ansiedade e insônia por parte destas mulheres. 

O ganho de peso e a perda de massa muscular também acontecem nesta fase da vida, uma vez que, com a menopausa os níveis de testosterona diminuem e os de estrona aumentam, dificultando o ganho de massa muscular e o emagrecimento.

Estes fatores podem ser atenuados com o auxílio da nutrição adequada. A nutricionista, Marcela Mendes, da rede de lojas Mundo Verde, listou alimentos e nutrientes importantes para saúde da mulher nesta fase, confira!

Alimentos que Ajudam na Menopausa

AmoraMorus nigra L. é uma planta também conhecida como: amora miúra, amoreira-preta, amoreira-negra ou sarça-mora. Fonte de antioxidantes, auxilia a mulher na redução dos sintomas da menopausa, como os calorões e inflamações. Além disso pode contribuir com a absorção do cálcio nos ossos. 

Triptofano – Aminoácido importante para produção de serotonina e melatonina. Encontrado na banana, abacate, cacau em pó puro, quinoa, amaranto e grão de bico.

Vitaminas do complexo B – Importante para equilíbrio de todos os sistemas do corpo. Atua na imunidade, humor, qualidade do sono e energia. Presente em suplementos, mas também em frutas, verduras e legumes. 

Antioxidantes – Preferencialmente os do tipo antocianinas, que dão cor roxa/preta aos alimentos. Antocianinas atuam na prevenção do envelhecimento celular e na prevenção do câncer de mama

Exemplos: frutas vermelhas, amora (chá ou fruta), casca da berinjela, açaí puro, feijão preto e arroz negro.

Ômega-3 – Importante fonte de ácido graxo essencial para efeito cardíaco protetor e anti-inflamatório. Atua no controle da pressão, melhora da circulação, além da prevenção de doenças do coração e do cérebro

Cálcio – Pode ser obtido através da suplementação e/ou através de alimentos como leite e derivados, chia, folhosos verdes escuros e gergelim.

Vitamina D – Importantíssima para saúde dos ossos, dentes e todo metabolismo. Atua na imunidade, atua na ação dos hormônios, fornecimento de energia para o corpo e cérebro.

Considerando a queda do metabolismo em resposta à alteração hormonal, é importante atrelar os alimentos para menopausa com uma alimentação equilibrada e a prática de exercício físico e assim, obter melhores resultados no peso e saúde do organismo. 

Referência:

VP Online: Menopausa

Deixe uma resposta