Preparar a lancheira saudável das crianças é uma das preocupações dos pais no  período escolar, uma fase de extrema importância para o desenvolvimento das crianças, além do uniforme, aulas extras, materiais e outros, a alimentação e os lanches que irão para a escola com os pequenos merecem atenção também.

Hoje, felizmente, já temos escolas que oferecem lanches e refeições saudáveis para as crianças, mas é sempre bom que elas levem de casa mais alternativas para complementar as várias horas de aulas que terão ao longo do dia.

Veja como montar uma lancheira mais saudável, além de dicas e sugestões de cardápio. 

O que deve ter na Lancheira Saudável?

Carboidratos: são importantes para fornecer energia. Pães, bolos e biscoitos feitos com farinha integral, assim como pipocas, aveia, granola e frutas garantem carboidratos e fibras no lanche dos pequenos;

Gorduras: além de fornecer energia, as gorduras participam da maturação do sistema nervoso e ajudam a absorver vitaminas. Abacate, castanhas, queijos e óleos vegetais como o de coco e o azeite também devem aparecer também na refeição das crianças; 

Proteínas: são importantes para o crescimento. As carnes, ovos, leite e derivados são as principais fontes, assim como aveia, amendoim, castanhas, ervilhas, lentilha, grão de bico e milho de pipoca também são boas fontes de proteína vegetal e agradam o paladar da criançada; 

Vitaminas, minerais e fibras: principalmente as frutas, garantem esses nutrientes fundamentais para o aprendizado e outras inúmeras funções do organismo, devem estar sempre presentes na lancheira.

5 Dicas para ajudar na rotina

1. Pense no cardápio semanal

A organização é importante para facilitar a rotina corrida do dia a dia, assim fazer planilhas com o que a criança vai levar ao longo da semana e ir ao mercado e a feira para já deixá-los disponíveis em casa, ajudará muito.

2. Envolva a criança

Desde o momento de escolher o que vai ser consumido até o momento de comprar e preparar a lancheira, mantenha sempre os pequenos por perto. Isso já facilitará a vida dos pais que comprarão coisas mais certeiras, para dar mais autonomia e menos recusas em relação aos lanches e principalmente para explicar os benefícios e vantagens em escolher alimentos mais saudáveis.

3. Escolha alimentos práticos

Isso não significa produtos embalados, como biscoitos recheados e sucos de pozinho! Pense em alimentos que podem ser usadas de formas diferentes, como uma fruta que num dia pode ser mandada já descascada e cortada e em outro, na forma de suco ou vitamina. 

Um pão integral que pode ser usado para fazer um sanduíche bem colorido e em outro no preparo de uma torta de legumes, por exemplo.

4. Prefira alimentos naturais

Dê sempre preferência para as versões mais naturais, frutas secas e in natura, iogurtes, queijos, pães integrais (de verdade!), castanhas, granolas, tomatinhos, ovos e vários outros que podem e devem fazer parte da lancheira das crianças. 

Mais uma vez, para facilitar a adesão, leve os pequenos para escolher e explique seus benefícios!

5. Apresentação e conservação

Sempre pontos importantes quando falamos de comidinhas, principalmente para chamar a atenção das crianças. Veja algumas dicas para apresentação:

  • Use formatos diferentes para cortar as frutas
  • Apresente os alimentos de formas diferentes, como in natura, cozidos, batidos
  • Mantenha sempre a lancheira colorida

Para conservação, use potinhos adequados para transporte, armazenamento e conservação, para isso, invista em bolsas, garrafas e potes térmicos, assim, um iogurte com frutas pode ser um lanchinho desde que seja mantido na temperatura adequada em potinhos/bolsas adequados.

O que não é recomendado nas lancheiras?

Evite ao máximo aqueles alimentos ultraprocessados, como:

  • Biscoitos recheados
  • Néctar de frutas (sucos prontos)
  • Embutidos
  • Pães e bolos com farinhas refinadas
  • Salgadinhos cheios de corantes e conservantes e vários outros do tipo

Esses alimentos, em sua maioria, não irão fornecer a energia e os nutrientes que as crianças precisam para aprender e se desenvolver ainda mais.

Sugestões de cardápio para os lanches

  • Omelete de queijo minas com orégano
  • Iogurte com frutas e um potinho de granola a parte (para não ficar murcha)
  • Sanduíche com pão integral (ou sem glúten, em casos de intolerância ao glúten) com queijo e tomate
  • Frutas (quando necessário, já descascadas e cortadas)
  • Vitamina de frutas, sucos de frutas naturais ou água de coco
  • Biscoito de arroz com geleia de frutas
  • Pipoca

Além desses, existem hoje no mercado e lojas de produtos naturais, alternativas menos processadas que também podem ser usadas de lanches para facilitar a vida dos pais e não prejudicar a saúde das crianças, como biscoitos integrais (o primeiro ingrediente deve ser farinha integral), chips de legumes e raízes assados (como coco, batata doce, mandioca e outros), purês de frutas sem conservantes, sucos de frutas integrais, biscoitos de tapioca, de arroz, barras de frutas, de castanhas e outros.

Atenção sempre à lista de ingredientes!

Referências:

https://bebe.abril.com.br/alimentacao-infantil/dicas-lancheira-saudavel/

https://boaforma.abril.com.br/nutricao/volta-as-aulas-como-montar-uma-lancheira-saudavel-para-seu-filho/

One Reply to “Lancheira Saudável: como montar?”

Deixe uma resposta