Ansiedade é um dos assuntos mais discutidos do momento, mas sempre esteve presente no cotidiano das pessoas, há muito tempo, seja em menor ou maior grau. Então, se você já sofreu ou sofre de ansiedade, você não está sozinha (o)!

Os estudos apontam que mais de 40 milhões de homens e mulheres, na fase adulta, sofrem com este problema. No entanto, podemos ser positivos quando pensamos que a alimentação saudável aliada à uma rotina de vida saudável, podem contribuir e muito, com a redução dos sintomas da ansiedade.

A nutrição no controle da ansiedade é bastante ampla e podemos contar com diferentes e diversos tipos de alimentos. Aqui, vamos destacar os benefícios e importância das vitaminas no controle da ansiedade

Vitaminas para Ansiedade

Confira algumas vitaminas importantes para o controle da ansiedade e do estresse, bem como as suas fontes alimentares.

De toda forma, vale lembrar que alguns alimentos prejudicam o quadro da ansiedade e devem ser consumidas com muita parcimônia, como: açúcares refinados, farinha branca, excesso de glúten, frituras, alimentos com corantes e adoçantes artificiais e também alimentos industrializados. 

Vitaminas do Complexo B

As vitaminas do complexo B ganham destaque no tratamento e controle da ansiedade. Elas estão relacionadas à produção de serotonina, um neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e bem-estar no organismo.

Uma vez com os níveis adequados destas vitaminas no organismo, menores são as chances de sintomas de depressão, cansaço físico e mental, compulsão alimentar e ganho de peso. Ou seja, menores são os sintomas causados pela ansiedade.

Dentre estas vitaminas, podemos destacar as vitaminas B12, Biotina (B7), B6 e o folato (B9), uma vez que estão associadas às alterações de humor e são importantes para a manutenção da saúde cerebral. Sendo assim, atuam no tratamento e controle da ansiedade. Confira algumas fontes alimentares:

  • Vegetais de cor verde escura (espinafre, couve, rúcula)
  • Castanhas 
  • Ovos

Vitamina D

A vitamina D é outra vitamina de grande importância quando o assunto é ansiedade. Encontrada em gema de ovo e óleo de fígado de bacalhau, mas em pequena quantidade, é produzida também após exposição ao sol. 

Considerando o aumento do trabalho em casa, no modelo home office, a exposição ao sol tornou-se cada vez mais difícil e por isso, a deficiência desta vitamina é bastante comum. 

A vitamina D influencia também na produção de serotonina e atua na melhora da função cerebral, contribuindo com a redução dos sintomas da ansiedade.

Vitaminas A, C e E 

Possuem elevado potencial e carga antioxidante e por isso, são muito direcionadas para a saúde neurológica, contribuindo positivamente para os casos de estresse e ansiedade

O consumo variado e regular de frutas, verduras e legumes é essencial para o aporte adequado destas vitaminas.

Referência: 

editorarealize.com.br/editora/anais/conapesc/2019/TRABALHO_EV126_MD1_SA10_ID1354_18072019193458.pdf

Marcela Mendes

Marcela Mendes é nutricionista registrada (CRN-3 41044) Graduada pelo Centro Universitário São Camilo e Pós-graduada pela VP Consultoria em Nutrição Clínica Funcional. Atualmente atua na área de marketing nutricional na rede Mundo Verde, onde realiza treinamentos de capacitação para equipe de campo nos diferentes estados do Brasil, além do suporte nutricional atrelado a equipe de marketing da empresa.

Deixe uma resposta