Saúde da mulher é um assunto que vem ganhando cada vez mais destaque e importância para literatura científica, uma vez que são inúmeros os efeitos positivos observados com a suplementação de nutrientes que modulam as alterações hormonais e fisiológicas que acontecem nas diferentes fases da vida de uma mulher.

E não podemos esquecer de que as necessidades nutricionais das mulheres são diferentes das dos homens e que elas também são diferentes de acordo com cada idade e fase da vida.  Por isso, as escolhas nutricionais são de grande importância em todas as fases da vida, prevenindo por exemplo sinais e sintomas da TPM, até os sinais indesejáveis da menopausa.

Como o corpo da mulher passa por inúmeras transformações, a nutrição e a alimentação são essenciais para manutenção de uma boa qualidade de vida e prevenção de doenças.

A jovem adulta, por exemplo, passa por períodos de desequilíbrio hormonal e emocional durante o ciclo menstrual. A TPM ou tensão pré menstrual acontece porque as mulheres passam por flutuações hormonais no período que antecede o seu ciclo menstrual e segundo estudos, isso acontece com mais de 80% das mulheres brasileiras, podendo variar e intensificar conforme cada organismo, estilo de vida e alimentação.

Os sintomas podem ser físicos, emocionais e comportamentais – como irritabilidade, falta de concentração, ansiedade, prejuízo em relacionamentos pessoais e trabalho, dor e distensão abdominal, inchaço, mastalgia – dores nos seios, mais sentimental e aumento do apetite e fome.

O mesmo se percebe em uma mulher na fase da menopausa, que também por alterações hormonais, convive com alterações de humor, crises de ansiedade, nervosismo, calorões e dores nas mamas.

Sabendo de tantas transformações, a nutrição é aliada na redução destes sinais e sintomas, além de prevenir doenças e manter a qualidade de vida da mulher em todas as fases da vida.

O Óleo de Prímula vem sendo estudado para tratamento de diversos problemas de saúde, entre eles o alívio dos sintomas pré-menstruais e de menopausa nas mulheres. Obtido das sementes da planta Oenothera biennis, é rico em ômega-6, apresentando propriedades anti-inflamatórias e sendo associado à redução de sintomas do período pré-menstrual e menopausa, caracterizados por inchaço, alterações de humor e dor nas mamas. Na menopausa, também pode auxiliar na redução dos calorões e dores nas mamas.

Estudos também mostram benefícios do uso do Óleo de Prímula na redução e controle de sintomas psicológicos, como ansiedade, estresse e irritabilidade, presentes tanto em mulher em período pré-menstrual como em mulheres menopausadas.

Além do Óleo de Prímula, podemos sugerir o consumo de chás de efeito calmante que são bem-vindos para prevenção e redução do estresse, ansiedade e baixa qualidade do sono, como a camomila, erva doce, jasmim e melissa, associados a gotas de própolis verde alcóolica para efeito antiinflamatório e antioxidante. Ômega-3 e cálcio também são suplementos e nutrientes importantes para saúde da mulher, pensando em saúde cardiovascular, controle do colesterol e pressão arterial, além da prevenção do desgaste ósseo, típico do envelhecimento da mulher.

Ainda sobre saúde, a prática de atividade física precisa estar presente na rotina de bons hábitos a fim de melhorar a qualidade de vida e prevenir doenças.

Fonte: Marcela Mendes – Nutricionista da Rede Mundo Verde.

Referências:

FEDERAÇÃO BRASILEIRA DAS ASSOCIAÇÕES DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE. Tensão pré-menstrual. Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina, 2011.

SANTOS, T; LOPES, G. Tensão pré-menstrual (tpm): fitoterapia baseada em evidências. Revista UNINGÁ, v. 24, n. 3, p.139-145, out./dez. 2015.

Marcela Mendes

Marcela Mendes é nutricionista registrada (CRN-3 41044) Graduada pelo Centro Universitário São Camilo e Pós-graduada pela VP Consultoria em Nutrição Clínica Funcional. Atualmente atua na área de marketing nutricional na rede Mundo Verde, onde realiza treinamentos de capacitação para equipe de campo nos diferentes estados do Brasil, além do suporte nutricional atrelado a equipe de marketing da empresa.

Deixe uma resposta