Você bem provavelmente já ouviu alguém falar que o segredo do emagrecimento e da qualidade de vida, está em se alimentar de 3 em 3 horas, certo? Não cai mais nessa, isso não funciona para todo mundo. Entenda a diferença entre os sinais da fome, o que os profissionais da saúde dizem sobre comer de 3 em 3 horas e as diferentes estratégias que podem ser utilizadas.

Sinais da fome

Nosso organismo é capaz de nos dar sinais o tempo todo e isso nos faz pensar sobre a necessidade, de fato, de comer de 3 em 3 horas ou quando sentimos o corpo pedir por alimento.

Um outro ponto que podemos considerar é a diferença entre fome física e fome emocional. 

Fome física 

É aquela em que o corpo necessita mesmo de alimentos e energia, nos mostrando sinais como:

  • Dor de cabeça
  • Fraqueza
  • Irritabilidade 
  • “Barriga roncando”

Fome emocional 

Está muito mais relacionada à ansiedade e ao desejo de comer e não à fome, propriamente dita. 

Neste caso, é muito importante equilibrar e oferecer os nutrientes adequados para evitar e prevenir a fome emocional, atrelada à ansiedade.

Preciso comer de 3 em 3 horas?

Cada vez mais estudos e profissionais da saúde levam a bandeira do “coma quando estiver com fome” e não quando o relógio disser que está na hora de comer. 

Muitas pessoas apresentam melhor desempenho físico ao praticar atividade física em jejum, por exemplo, e outras, só sentem necessidade de se alimentar, horas depois de despertar, assim como, existem pessoas que precisam consumir o café da manhã antes de ir treinar.

Também tem crescido muito o conhecimento sobre o protocolo de jejum intermitente para perda de peso, redução da inflamação e até controle da glicemia. 

Nesta estratégia acontece a privação da alimentação em um período longo de tempo, que pode variar de 16h a 24h e sempre sob acompanhamento de um profissional nutricionista. 

Podemos ainda pensar nos casos de pessoas que precisam ganhar peso ou estão em busca do ganho de massa muscular. Nestes casos, pode ser que essas pessoas precisem de maiores volumes e quantidades de refeições ao longo do dia.

Entende a diferença? Todos somos únicos e individuais. Cada organismo responde de uma forma diferente. Então, porque definirmos regras e padrões alimentares, se não somos todos iguais? É uma reflexão que podemos fazer.

Por isso, procure um profissional nutricionista para te orientar da forma que você precisa e respeite o seu organismo.

Referências:  

docs.bvsalud.org/biblioref/2018/04/882170/rdt_v23n1_28-32.pdf

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/24898236/

Marcela Mendes

Marcela Mendes é nutricionista registrada (CRN-3 41044) Graduada pelo Centro Universitário São Camilo e Pós-graduada pela VP Consultoria em Nutrição Clínica Funcional. Atualmente atua na área de marketing nutricional na rede Mundo Verde, onde realiza treinamentos de capacitação para equipe de campo nos diferentes estados do Brasil, além do suporte nutricional atrelado a equipe de marketing da empresa.

One Reply to “Comer de 3 em 3 horas é necessário?”

Deixe uma resposta