Triptofano é um aminoácido essencial, ou seja, um pequeno pedaço de proteína a qual nosso organismo não é capaz de produzir de maneira significativa e que por isso, deve ser adquirido através da alimentação, dada sua importância para a saúde. 

Triptofano: alimentos fonte

Este nutriente pode ser encontrado em vários tipos de alimentos, o que diminui o risco de deficiência do mesmo. No entanto, é importante que tenhamos uma alimentação variada e colorida para adequado aporte deste aminoácido. 

Ele pode ser encontrado em alimentos como:

De maneira geral, carboidratos também são fontes de triptofano e este é um dos motivos que explica o por quê pessoas mais ansiosas e deprimidas sentem maior necessidade de consumir carboidratos, uma vez que o triptofano está relacionado com a produção de serotonina, um neurotransmissor responsável por nos causar a sensação de prazer e bem-estar. 

Benefícios

Os benefícios deste aminoácido são inúmeros, mas ele exerce um papel de grande importância na síntese (produção) da serotonina e esta substância por sua vez, está relacionada com a regulação do sono, temperatura corporal, apetite, humor, atividade motora e funções cognitivas. 

Deficiência de triptofano

A deficiência de triptofano ou a dificuldade de absorção do triptofano consumido pela alimentação, afetam negativamente a produção de serotonina e consequentemente de todos os benefícios citados.

A baixa qualidade do sono, seguida de quadros de ansiedade frequentes e persistências são os sinais e sintomas mais comuns desta deficiência.

Como consumir?

Ingerir alimentos ricos em triptofano nem sempre vai fazer com que tenhamos 100% de aproveitamento deste aminoácido e muito menos, garantia que exercerá suas devidas funções em nosso organismo. 

Isso se deve ao fato que além de precisarmos ingerir estes alimentos, também precisamos nos atentar a quantidade e presença de outros tipos de aminoácidos nos alimentos que competem e diminuem a absorção do triptofano no organismo. 

A isoleucina, a valina e a leucina são três tipos de aminoácidos que atrapalham a absorção e a atuação do triptofano, por exemplo.

Estudos sugerem que o consumo de alimentos fonte deste aminoácido, logo pela manhã, associado a vitaminas do complexo B, principalmente a B6, pode contribuir com o aumento da produção de serotonina e melatonina, o hormônio do sono, desta forma, trazendos diversos benefícios para o organismo, tais como:

  • Melhora da qualidade do sono
  • Prevenção de insônias
  •  Melhora do cansaço físico e mental
  • Controle da ansiedade e da fome

Sendo assim, a construção de bons hábitos alimentares associado a ingestão de ótimas fontes de triptofano e vitaminas do complexo B, podem contribuir com uma boa noite de sono, mas também para uma vida mais saudável e longeva. 

Referências: 

https://www.asbran.org.br/noticias/coma-os-alimentos-corretos-e-seja-mais-feliz

Marcela Mendes

Marcela Mendes é nutricionista registrada (CRN-3 41044) Graduada pelo Centro Universitário São Camilo e Pós-graduada pela VP Consultoria em Nutrição Clínica Funcional. Atualmente atua na área de marketing nutricional na rede Mundo Verde, onde realiza treinamentos de capacitação para equipe de campo nos diferentes estados do Brasil, além do suporte nutricional atrelado a equipe de marketing da empresa.

Deixe uma resposta