Os veganos não consomem nenhum produto de origem animal, incluindo carnes, leite e seus derivados, ovos, mel, e tecidos como lã e couro, por exemplo. Eles também não consomem alguns tipos de medicamentos, maquiagens e cosméticos em geral, por terem sido testados em animais.  O veganismo vai além de uma opção alimentar, é também uma postura ética diante da utilização de animais para consumo humano e testes feitos pela indústria.

 

O vegetarianismo, por sua vez, não é movido somente por questões éticas, ele é também direcionado a questões de saúde ou religiosas. O vegetariano não consome carnes, mas se alimenta de outros produtos de origem animal, como ovos, leite e seus derivados.

 

Seja por saúde ou ideologia, por religião ou para quem busca uma forma saudável e sustentável de dieta, o estilo de vida vegan ganha um enorme espaço no cenário da nutrição. Confira alguns alimentos coringas da alimentação vegana:

 

  1. Arroz e Feijão: Um clássico brasileiro que nunca falha. Além de combinar com uma porção de coisas, o tradicional prato de arroz com feijão pode ser uma fonte de proteínas tão rica quanto carne e ovos.

 

  1. Linhaça: Um alimento funcional que traz benefícios para o coração e é considerado a melhor fonte vegetal de ômega 3 no Brasil.

 

  1. Jerimum: Não pense que depois de consumida, a abóbora não tem mais nada a oferecer. Suas sementes, conhecidas como Jerimum, além de deliciosas na salada, são ótimas fontes de nutrientes, como ferro, zinco, magnésio e fósforo.

 

  1. Tofu: O grande substituto do queijo é uma ótima fonte de proteínas. Produzido a partir da soja, o tofu, além de saboroso, é versátil, sendo uma escolha que combina com as mais diversas receitas.

 

  1. Ervilha: Cai bem com as mais diversas receitas, é sempre uma delícia na salada e, em relação a vitaminas e minerais é praticamente o abecedário, partindo da vitamina A até o zinco.