Ultimamente, você tem andado cansado, indisposto, desanimado para realizar as suas tarefas do dia a dia? Você sabia que isso pode estar relacionado à sua alimentação e ao seu intestino?
Isso mesmo. Nos últimos anos, vários estudos vêm demonstrando a importância da microbiota (comunidade de bactérias que vivem no nosso intestino e que possuem diversos efeitos sobre o nosso organismo). Um bom equilíbrio dessas bactérias no nosso corpo está diretamente envolvido com um sistema imunológico fortalecido, regulação do intestine e a melhor absorção de nutrientes, aproveitando, assim, melhor a energia proveniente dos alimentos.
Além disso, uma boa saúde intestinal garante uma melhor produção de serotonina, hormônio fundamental em várias funções, entre elas a de impulsionar o consumo de energia. Uma alimentação rica em carboidratos refinados, açúcares, frituras, gorduras saturadas e trans, além dos produtos industrializados contribui para uma menor disposição, já que o corpo precisa de mais energia para a digestão desses alimentos.
Quer saber quais alimentos podem garantir maior disposição ao longo do dia? Aqui vão algumas dicas:
 
Iogurtes enriquecidos com probióticos: para a recomposição da microbiota, estão disponíveis no mercado produtos específicos compostos por bactérias benéficas (probióticos). Outra boa forma é a inclusão de iogurtes naturais, de preferência desnatados, que sejam enriquecidos com essas bactérias, ajudando a manter um bom funcionamento do organismo e dando mais disposição.
 
Grãos integrais: arroz, trigo, macarrão, nas suas formas integrais, quinoa, amaranto e freekeh (grão de trigo verde) são exemplos de alimentos ricos em fibras que devem estar inclusos na alimentação. As fibras funcionam como prebióticos naturais, ou seja, elas alimentam as bactérias benéficas do nosso intestino, mantendo-as viáveis. Além disso, os grãos são ricos em carboidratos, que são a principal fonte de energia para o organismo.
 
Maca peruana: a maca é um alimento de alto valor nutricional. Por ser fonte de carboidratos, é tida como um tônico que combate o cansaço e a fadiga. Também é rica em vitaminas do complexo B, que possuem participação nas atividades relacionadas à produção de energia no nosso organismo.
 
Frutas, legumes e verduras: são alimentos ricos em vitaminas, minerais e fibras, que garantem um melhor funcionamento do organismo. A banana é uma boa opção de alimento para garantir energia, pois também é rica em carboidratos. A farinha de banana-verde, por exemplo, é rica em amido resistente, que funciona como fibra prebiótica.
 
Nozes, castanhas e amêndoas: são fontes de gorduras boas, proteínas, antioxidantes e fibras, fornecendo energia ao organismo.
 
Óleo de coco: é fonte de Triglicerídeos de Cadeia Média (TCM), um tipo de gordura que é utilizada pelo organismo como fonte rápida de energia. Além disso, tem ação antioxidante e ajuda a reduzir o número de bactérias ruins do intestino devido ao seu efeito antibacteriano. É recomendado o consumo de 1 a 3 colheres de sopa ao dia dependendo das necessidades individuais.
 
Mel: substância rica em carboidratos, produzida por abelhas, que também tem ação prebiótica. Possui ainda vitaminas do complexo B e vitamina C, que possuem ação antioxidante. Uma colher de sopa de mel pode ser adicionada a iogurtes, frutas e torradas integrais, por exemplo, potencializando assim o efeito energético da refeição.

Deixe uma resposta