18 de April de 2014

Solte a voz, mas com cuidado

Postado por: Mundo Verde em 16 de abril de 2014

Hoje é o Dia da Voz, portanto, não existe data melhor para lembrar os cuidados necessários para manutenção da saúde vocal. Cuidar da voz é uma questão de condicionamento físico, ela precisa estar forte para aguentar as variações do dia a dia. Uma dica ótima é prestar atenção aos sinais que a voz dá, como ficar rouco com frequência ou ter dificuldades na hora de falar. Para evitar esses incômodos, confira algumas dicas.

 shutterstock_118109989 pq

ALIMENTAÇÃO

A maçã tem ação adstringente, ou seja, “limpa” a garganta, trazendo alívio e bem-estar para a voz.  Use e abuse da fruta sempre que possível e acrescente-a em algumas receitas. Além disso, nada de muitos condimentos na comida. Exagerar na pimenta e em outros temperos pode provocar irritações nas cordas vocais.

HÁBITOS

Evite pigarros, cigarro, álcool e café. O primeiro hábito diminui a secreção presente nas pregas vocais. Por isso, para compensar a necessidade de pigarrear forte, tente beber água ou deglutir algumas vezes. Ao meso tempo, o cigarro é claramente prejudicial. O vício é um dos maiores vilões da voz, já que causa irritação, a engrossa e faz perder a potência. Como se não bastassem tantos malefícios, a nicotina ainda resseca as cordas vocais.

O álcool, por sua vez, também irrita as vias respiratórias e altera a qualidade vocal. A dica é simples: beba com moderação. Outra bebida também censurada é o café. Em excesso, o teor de cafeína e a temperatura elevada desidratam as cordas vocais e ainda provocam um aumento da acidez no estômago, causando refluxo e ardor na hora de falar.

BOCEJE E NÃO GRITE, NEM SUSSURRE

Só de falar, já deu vontade de bocejar, né? E isso faz bem. O lema neste caso é relaxar. Quando você boceja e espreguiça, diminui a tensão na região do pescoço e dos ombros, o que ajuda na voz. Outra medida importante é não gritar nem sussurrar: fale normalmente. Usar a voz em tom mais alto ou mais baixo que o habitual necessita um esforço maior, que pode provocar a formação de nódulos.

INSPIRE E EXPIRE

Por fim, preste atenção na sua respiração. Respirar errado resseca a garganta e gera um esforço maior para falar e respirar. Cuide da sua voz para poder cantar e conversar muito e sem preocupações. Solte a voz, mas com atenção a alguns detalhes!

Cãibra: o que é e como evitá-la

Postado por: Mundo Verde em 14 de abril de 2014

Provavelmente você já teve cãibra alguma vez na vida, não é mesmo? Se sim, já sabe como dói quando o músculo repuxa muito. A dor chata aparece quando menos se espera; pode ser no meio da rua, ou quando está sentado no trabalho, e pode durar de alguns segundos a vários minutos. Por isso, é muito importante saber o que é a cãibra e, principalmente o que fazer para preveni-la e como se comportar quando ela aparece.

shutterstock_110888123 pq

 CAUSAS E MEDIDAS

 As causas dessa contração muscular violenta e involuntária ainda são bastante discutidas entre os especialistas da área de saúde e bem-estar. O que existe são algumas pistas importantes para entendê-la. Por exemplo, quando os músculos carecem de condições adequadas para realizar um esforço diferente do habitual, é espasmo na certa. Quem exagera no tempo ou na intensidade do exercício pode sofrer cãibras por falta de vitaminas e sais minerais, o que leva à fadiga muscular.

 A escassez de oxigênio na circulação também contribui para esse cansaço extremo dos músculos. Isso tudo por causa do excesso de ácido lático, uma espécie de lixo orgânico que se acumula nos tecidos musculares quando as células usam a glicose para obter energia. Ele permite ao músculo continuar o esforço sem necessidade de recorrer ao oxigênio proveniente dos pulmões. Em excesso, é como se a musculatura ficasse sem ar e com menos espaço para se mover – e isso gera fadiga. Por isso, a respiração correta é tão importante durante os exercícios.

 O suor da atividade física é mais um fator que ajuda no desencadeamento de cãibras, já que a perda excessiva de sódio pode levar à contração muscular. Nestes casos, a desidratação é decisiva para a ocorrência do problema.

 Além disso, quem faz muito esforço físico durante o dia pode ter contrações à noite. E quem não faz também – mas, nesse caso, a falta de sódio é o fator crucial.

 O QUE FAZER?

 Não existe um tratamento específico para essas contrações. O melhor a fazer é se condicionar antes de partir para atividades físicas mais exigentes, comer e beber o suficiente para suportar a carga extra do exercício e procurar respirar profunda e coordenadamente durante os treinos. Quem sua muito pode apostar nos géis de carboidrato e líquidos isotônicos, além da água. Feito isso, você já pode malhar em paz!

Mitos e verdades da dengue

Postado por: Mundo Verde em 11 de abril de 2014

As águas de março deixaram marcas, e algumas delas são os focos da dengue. Ainda que a época de chuvas tenha passado, os riscos da doença ainda acontecem, e surtos da dela atingem algumas cidades brasileiras. Por isso, é preciso muito cuidado. A doença, que é causada por um vírus, tem como principais sintomas: febre alta com início súbito, forte dor de cabeça, dor atrás dos olhos, extremo cansaço, moleza e dor no corpo.

Embora pareça pouco agressiva, ela pode evoluir para a dengue hemorrágica, caracterizada por sangramento e queda de pressão arterial, o que eleva o risco de morte. A melhor maneira de combater esse mal é atuando de forma preventiva, impedindo a reprodução do mosquito. Evite o acúmulo de água, coloque areia nos vasos de plantas, limpe as calhas, seja consciente com seu lixo e fique atento a alguns mitos e verdade.

shutterstock_134182562 pq

Apenas a fêmea do “Aedes aegypti” transmite a dengue? VERDADE. Isso acontece porque apenas a fêmea do mosquito transmissor se alimenta de sangue.

O mosquito infectado pode não transmitir a doença? VERDADE. O vírus se aloja na saliva do inseto, que é utilizada durante a picada para sugar o sangue. A chance de transmissão é grande, mas pode não acontecer, em alguns casos, já que o vírus presente pode estar em período de incubação que dura, em média, dez dias.

Qualquer inseticida mata o mosquito? VERDADE. O produto ajuda a matar os mosquitos, no entanto, não se pode confiar apenas nele. É preciso, antes de tudo, evitar deixar água parada em qualquer lugar da casa e próximos a ela.

A dengue não tem tratamento? MITO. Na verdade, não existe um remédio ou tratamento contra o vírus, mas os sintomas da doença podem – e devem- ser tratados. Isso evita que alguns deles evoluam para quadros mais graves.

O mosquito da dengue só gosta de água suja? MITO. O mosquito gosta de água parada e nas condições ideais de temperatura e luminosidade, seja ela suja ou limpa.

É possível que uma pessoa infectada passe a doença? MITO. Não há transmissão da dengue de pessoa para pessoa. É necessário que o mosquito “Aedes aegypti”contaminado com o vírus da dengue pique para que a doença contagie alguém.

Aplicativo brasileiro que avisa quando beber água está entre os cinco mais baixados

Postado por: Mundo Verde em 9 de abril de 2014

Quem não tem preguiça de levantar diversas vezes ao dia para beber água? E quem nunca questionou a necessidade de beber mesmo sem sede? Com a correria do dia a dia é comum deixar de lado algo tão importante para a nossa saúde e que só nos damos conta dessa importância quando sentimos na pele a sua falta. Entre os inúmeros benefícios que a água traz para a saúde, podemos dizer que: ajuda a emagrecer; mantém pele, unhas e cabelos bonitos; evita inchaço, retenção de líquidos, dores de cabeça e mau humor; e o principal, previne problemas nos rins.

shutterstock_179393828 pq

Após a filha de Celso Fortes, diretor da agência novos elementos passar por sérios problemas de saúde devido ao pouco consumo de água, ele pode  perceber junto do empresário Aroldo Mendonça o descuido da maioria das pessoas em relação ao assunto. Então perceberam que o que faltava era algo que lhes obrigassem a beber água regularmente, já que normalmente eles esqueciam. Foi então que nasceu o Beba Água, desenvolvido para inserir a água no estilo de vida das pessoas. Após o surgimento da marca a equipe desenvolveu uma fan page e um App que cria metas e envia mensagens ou alertas sonoros indicando a hora e a quantidade de água que o usuário deve consumir naquele momento. Atualmente o projeto conta também com o engenheiro de sistemas Jorge Filho, mais um parceiro na jornada de inserir a água na rotina das pessoas.

“O objetivo do Beba Água é fortalecer um hábito essencial e muitas vezes esquecido. Não beber água regularmente pode trazer inúmeros problemas à saúde, mas infelizmente as pessoas só se dão conta disso quando já estão doentes. Hoje em dia a rotina é tão acelerada que a maioria esquece de beber água e o aplicativo foi criado justamente para ajudar nisso.” Dizem os idealizadores.

O aplicativo ja está disponível para adroid e iPhone, já possui mais de 150 mil downloads e se mantém entre os dez mais baixados da Apple Store há 11 semanas. Antes do lançamento do aplicativo, sua página no Facebook já era um sucesso, lembrando os mais de 130 mil seguidores a consumirem água regularmente. Em breve será lançada a iniciativa doe água que levará água para comunidades carentes com problemas de distribuição de água potável.

Serviço

site:

http://bebaagua.com

fan page

https://www.facebook.com/projetobebaagua

Emoções à flor da pele

Postado por: Mundo Verde em 7 de abril de 2014

Algumas doenças de pele podem ter origem emocional, sabia? Levantamentos feitos por vários Centros Dermatológicos dos Estados Unidos mostram que de 40 a 70% das pessoas que procuravam os serviços de dermatologia teriam também associado algum tipo de distúrbio psicológico e problemas de ordem sentimental. Coceiras aparentemente sem causa e lesões na pele podem estar muito além dos problemas estéticos. Conheça quais são as doenças que se relacionam com problemas psicológicos e cuide-se.

                          shutterstock_182074940 pq

Vitiligo e psoríase

Doenças como vitiligo e psoríase ainda não têm suas causas totalmente esclarecidas, mas o estado emocional sempre interfere bastante no tratamento. Por se tratarem de doenças de pele visíveis, o paciente na maioria das vezes se isola, fica depressivo, envergonhado, o que resulta em manchas ainda mais aparentes.

Acne

No caso da acne, é importante ressaltar o estresse ocasionado pela doença em si. Tendo em conta que a acne acomete principalmente adolescentes, que já vivem um período de estresse representado pelas alterações fisiológicas da puberdade, conviver com as lesões acaba sendo traumatizante. As maiorias dos pacientes com acne referem agravamento do quadro com estresse.

Disidrose

A disidrose é um quadro com lesões nas palmas e plantas das mãos e pés, que tende a voltar com freqüência. Ela pode ser causada por infecções por fungos e bactérias, ingestão de certos medicamentos, contato com substâncias irritantes, mas sabe-se que fatores estressantes podem desencadear a dermatose por si só, sem que nenhuma das outras causas citadas esteja presente.

Estresse

O estresse físico ou emocional tem repercussões em inúmeras dermatoses. A irritação na pele sem dúvida sofre grande influência do estresse.  E levando-se em conta o importante componente estético representado pelos cabelos, é possível imaginar o estresse emocional que a perda dos mesmos é capaz de gerar. Neste caso, vários tipos de alopecias podem ser causados pelas emoções.

Ter uma vida tranquila, praticar atividades físicas e relaxar de uma maneira geral podem, portanto, evitar alguns problemas de pele. Da mesma maneira, quem tem problemas de pele precisa evitar o estresse para ajudar no tratamento. Aprenda a relaxar para realçar sua beleza!

 Fonte: minhavida.com.br

Sexta-feira para os seus pés!

Postado por: Mundo Verde em 4 de abril de 2014

Ah! O fim de semana está aí e essa é uma grande oportunidade pra relaxar o corpo. Os pés, que foram maltratados a semana inteira, precisam de descanso. Que tal um escalda-pés? Experimente alguma dessas 5 receitas e sinta a sensação de relaxamento contagiar o corpo todo.

shutterstock_175000307 pq

Lavanda

Ingredientes

- Água quente;

- 2 a 3 rodelas de laranja;

- Bolinhas de gude;

- 5 gotas de essência de lavanda.

Junte todos os itens numa bacia e coloque os pés. Deixe por 10 a 15 minutos, usando as bolinhas de gude para massagear a sola dos pés.

Alfazema

Ingredientes

- Água morna;

- 4 colheres de sopa de sal grosso;

- 8 gotas de alfazema.

Junte os ingredientes num recipiente até que o sal dissolva. Deixe os pés por 30 minutos. Enxugue e passe hidratante à base de manteiga de karité.

Chá de camomila

Ingrediente

- 8 xícaras de chá de camomila.

Despeje o chá numa bacia e mantenha os pés por 30 minutos. A camomila tem propriedades relaxantes.

Refresca-pés

Ingredientes

- Água em temperatura ambiente;

- 5 gotas de óleo essencial de hortelã ou folhas de hortelã maceradas com sal marinho.

Ponha os pés na mistura por 10 a 15 minutos e sinta o frescor da hortelã. Em seguida, massageie com creme hidratante.

Esfoliante

Ingredientes

- 4 colheres de sopa de açúcar mascavo;

- 8 colheres de óleo de amêndoas.

Junte o açúcar e o óleo e aplique a mistura sobre todas as regiões dos pés em movimentos circulares e para cima. Depois, retire com uma toalha úmida ou coloque os pés em água morna. Enxugue e passe hidratante com manteiga de karité, envolvendo os pés, em seguida, com sacos transparentes. Deixe o hidratante agir por 15 minutos, retire o plástico e faça uma automassagem. Remova o hidratante restante com uma toalha quente e úmida.

Agora é só relaxar. Bom descanso!

Fonte: mdemulher.com.br

Pelo fim das dores nas costas!

Postado por: Mundo Verde em 2 de abril de 2014

Está com dor nas costas? Pois saiba que você não está sozinho! Cerca de 80 % das pessoas já tiveram ou terão essas dores em alguma fase da vida. Conheça suas principais causas e o mais importante: como prevenir.

shutterstock_181111394 pq

ONDE DOI

Coluna Cervical (em cima das costas)

Nessa região, as dores acontecem principalmente por causa do sedentarismo e da postura incorreta ao usar o computador e ao ler.

Coluna Toráxica (no meio das costas)

A principal causa da dor no local é a falta de exercícios para fortalecer os músculos que sustentam a coluna. Geralmente, são dores musculares ou fraturas nas costas.

Área da coluna lombar(embaixo das costas)

É a região que as pessoas mais reclamam de dor. As principais causas são de origem mecânica e postural, quando o indivíduo faz posições repetitivas.

 E SE ESPALHAR? PROCURE AJUDA

Dores que vão para os braços, pescoço e mãos podem indicar problemas na área da coluna cervical, ok? Enquanto isso, as dores que vão para pernas, pés e quadril podem indicar problemas na área da coluna lombar.

O ideal é procurar ajuda de um médico especialista quando a dor persistir por muito tempo e te impedir de fazer algum movimento. Além disso, se a pernas estiverem fracas e houver perda de sensibilidade na região, marque uma consulta.

 COMO EVITAR

Para evitar as dores nas costas, mantenha-se ativo e flexível, faça pelo menos 30 minutos de exercícios diariamente e programe-se para levantar e caminhar no trabalho a cada 15 minutos. Vai sentar, ler ou trabalhar? Mantenha a postura correta. Por fim, a dica que ajuda em muito na sua saúde e bem-estar em geral: mantenha seu peso saudável e não fume. Não tem segredo.

31 de março: Dia Nacional da Nutrição

Postado por: Mundo Verde em 31 de março de 2014

Saúde e boa alimentação são inseparáveis! Nada melhor que hoje, o Dia Nacional da Nutrição, para lembrar que a escolha do que vai no prato pode fazer muito bem (ou muito mal) ao seu organismo. Diante disso, é muito importante fazer combinações inteligentes em cada refeição para multiplicar e potencializar os benefícios dos alimentos. Veja algumas parcerias de sucesso:

shutterstock_149482880 pq

Alho + salada

O alho é um bom substituto do sal e dos temperos artificiais, que têm altíssimo teor de sódio. Por isso, sempre que for fazer salada, faça seu próprio molho e procure adicionar alho nele. Além de garantir mais sabor, o tempero auxilia no controle do colesterol e da pressão arterial.

A combinação é ainda melhor por que o alho tem ação antifúngica e, por isso, ajuda a preservar os vegetais crus em geral. A quantidade recomendada é de 1 ou 2 dentes de alho para cada prato (de sobremesa) de salada.

Brócolis + azeite

Os benefícios desse vegetal são muitos, com destaque para a melhora na coagulação do sangue e neutralização dos radicais livres. E aqui entra a importância do azeite: o brócolis depende da presença de gorduras para que os nutrientes sejam absorvidos pelo corpo. Por isso, devemos ingerir brócolis na companhia de azeite de oliva extravirgem, óleos vegetais, castanhas ou abacate. Uma colher de sopa de azeite para cada 3 buquês de brócolis é o ideal.

Laranja + feijão

Feijoada com laranja é um sucesso, né? A combinação, além de deliciosa, é muito saudável. A fruta é rica em vitamina C, famosa por facilitar a absorção do ferro do feijão. E não para por aí! Como a laranja é também antioxidante, seu consumo evita o processo natural de perda de ferro pelo organismo. Consuma 1 laranja para cada 5 colheres (sopa) de feijão.

 Arroz + Feijão

Essa combinação é clássica! A junção do arroz e do feijão resulta em uma proteína de alto valor biológico que ajuda em funções gerais do organismo. O arroz também contribui com a digestão e a absorção do ferro presente no feijão – a versão integral, repleta de fibras, é ainda melhor. Para cada colher de arroz (das grandes), coloque ½ concha de feijão.

Banana + canela

A banana é rica em triptofano, aminoácido que produz serotonina, hormônio neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar. Quando consumida com canela, a liberação dessa substância é potencializada. Demais, né? A especiaria ainda diminui os níveis de açúcar no sangue, evitando que o organismo armazene-o em forma de gordura. Quando por consumir a fruta, salpique 1 colher de chá rasa de canela em pó.

Não é difícil ser saudável, viu só? Basta pensar um pouco antes de fazer as combinações no seu prato. Alimentos saborosos podem te deixar cheio de saúde!

Imunidade em dia em todas as estações

Postado por: Mundo Verde em 28 de março de 2014

O outono começou e, com ele, o frio vem se aproximando – ainda que de maneira bem leve. Isso dá um alívio às micoses e alergias do verão, mas não dá descanso total para o sistema imunológico. As baixas graduais de temperatura trazem outros perigos, como as infecções virais, sinusites e pneumonias. Por isso, nunca deixe de se cuidar!

Mas, como? Com mudanças de comportamento e alguns cuidados básicos dá para deixar seu sistema imunológico trabalhando com força total. Não existe receita milagrosa; o segredo está em dormir bastante, alimentar-se bem, e eliminar o estresse, o cigarro e o excesso de bebida da sua vida. Resumindo: o que faz bem para a saúde de forma geral, faz bem para o sistema imunológico.

shutterstock_151721912 pq

SONO E ALIMENTAÇÃO

Preste bem atenção nos seus horários de descanso e no seu cardápio do dia a dia. O corpo precisa descansar e concentrar energia para se recuperar quando for preciso. Para a maioria das pessoas, o repouso deve ser de oito horas, mas, acima de qualquer coisa, o importante é que o sono seja de qualidade.

Ao mesmo tempo, é preciso comer bem. E a receita para isso é simples: uma dieta equilibrada, incluindo todos os grupos alimentares e em porções moderadas. Não é à toa que aqueles que fazem dietas malucas pegam uma gripe atrás da outra.

MEXA-SE

Pratique exercícios físicos. Escolha a modalidade que mais combina com você e movimente-se. Atividade física moderada e regular melhora o desempenho do sistema imune de diversas formas. Mas sem exageros! Exercícios além da sua capacidade mais prejudicam do que ajudam, no fim das contas.

SEM ESTRESSE, BEBIDAS E CIGARRO

Relaxe. Normalmente, o sistema imunológico gasta muita energia em situações estressantes, e isso te deixa mais frágil e suscetível a doenças. Além disso, outros fatores que prejudicam o sistema imune são o cigarro e o álcool. Beba sem exageros e pare de fumar. E não para por aí! Também é importante conhecer-se. Isso evita que você se exponha a situações de risco e fique mais vulnerável.

Viu como as medidas são bem simples? Basta ficar atento e desconsiderar qualquer receita ou ritual mágico que tentarem vender: é tudo ilusão. Viver bem é a principal receita para manter a imunidade em dia. Combinado?

 

Cacau é saúde!

Postado por: Mundo Verde em 26 de março de 2014

O cacau é um alimento funcional capaz de prevenir contra doenças cardiovasculares, retardar o envelhecimento, proporcionar benefícios à saúde do cérebro e melhorar o humor. Sem contar que dá um toque especial e delicioso a várias receitas, não é mesmo? E os benefícios não param por aí: esse superalimento pode beneficiar pacientes com diabetes do tipo 2.

shutterstock_133109558 pq

Cacau x diabetes

Por conter grande quantidade de flavonoides, o cacau ajuda a controlar os níveis sanguíneos de glicose, atuando tanto na prevenção quanto no tratamento da doença. Incrível, né?

O alimento também contém nutrientes que melhoram o fluxo sanguíneo, podendo auxiliar na diminuição da pressão arterial. Dessa forma, reduz os danos aos vasos. Esse efeito é benéfico para diabéticos, uma vez que mais da metade dessa população possui hipertensão arterial.

Dica para os pacientes diabéticos (e que serve pra todo mundo ter uma vida mais saudável): inclua o cacau em pó salpicado em frutas e substitua o achocolatado em pó no preparo de bebidas. Mais saúde e mais delícia!

Quer outra forma de incluir o cacau na sua dieta? Olha essa receita que faz muito bem ao coração:

BOLO DE CANECA COM CACAU E CASTANHA-DO-PARÁ

Ingredientes

 1 ovo

4 colheres (sopa) de bebida vegetal de arroz

1 colher (sopa) de óleo de coco

2 colheres (sopa) de cacau em pó

2 colheres (sopa) de farinha de trigo integral

1 colher (sobremesa) de fermento em pó

2 unidades de castanha-do-Pará

 Modo de preparo

 Bata no liquidificador todos os ingredientes líquidos e misture os secos. Acrescente a castanha-do-Pará picada, divida em duas canecas e leve ao micro-ondas por 2 minutos e 30 segundos.