31 de October de 2014

Usar protetor solar apenas no verão? Erradíssimo!

Postado por: Mundo Verde em 29 de outubro de 2014

O cuidado da pele requer atenção não só na estação mais quente do ano, mas em todas as outras. Já ouviu aquele ditado ” tudo em excesso faz mal”? Não é diferente quanto ao sol. Embora seja extremamente importante para nós, principalmente para a produção de vitamina D, a superexposição pode nos deixar vuklneráveis a raios prejudiciais como, por exemplo, o UVB e UVA.

Os raios UVB têm maior incidência no verão e  atingem a derme causando queimaduras, envelhecimento precoce e em casos mais graves o câncer não melanoma. Já o raio UVA pode se tornar um grande inimigo se você não cuidar da sua pele devidamente. Isso porque é capaz de atingir as camadas mais profundas e causar danos maiores como o melanoma, um tipo de câncer de pele considerado o mais perigoso entre as doenças de pele. Um ponto importante é que o raio UVB pode ajudar na ação do raio UVA, deixando as células e fibras da derme mais fragilizadas.

Preocupante, não? Mas, com alguns cuidados você pode evitar problemas como esses. Procure passar o protetor solar, de preferência com FPS 30, pelo menos uma vez ao dia, logo pela manhã e 30 minutos antes de sair para que ele possa agir. Não se exponha por um grande período de tempo depois das 10 horas da manhã e 16 horas da tarde. Muitas pessoas têm a dúvida de qual a quantidade passar no rosto, o recomendado é que seja de meia colher de chá, nada mais.

Também, o ideal é que você não deixe nenhuma parte exposta passar em branco, principalmente regiões que geralmente se pensa que não estarão protegidas como a nuca e o pescoço.

Algumas atitudes aliadas ao uso do protetor também podem ser uma ótima forma de prevenção. Olha só:

- Use chapéus e óculos de sol com proteção aos raios UVA e UVB.

- Evite processos de bronzeamento artificial.

- Beba bastante água e consuma frutas.

Dica: Consulte um dermatologista para que ele indique qual o fator ideal para o seu tipo de pele!

Fonte: M de Mulher

É possível ter um carro e colaborar para a preservação do meio ambiente?

Postado por: Mundo Verde em 27 de outubro de 2014

Hoje vamos falar de um assunto que vem se tornando cada vez mais importante, tanto nas grandes, quanto em pequenas cidades! Cuidado com o meio ambiente é coisa séria sim, e também um dever nosso como cidadão! Todo mundo já sabe bem que um dos grandes responsáveis pela poluição atualmente são os carros que com a queima de combustível emitem gases e causam o efeito estufa. Então, seja consciente na hora de adquirir, ou trocar, um veículo, nesse post vamos dar algumas dicas, principalmente vamos te alertar o quanto ele polui nosso meio ambiente.

Carros menores e mais compactos são mais econômicos, levam vantagem também por ocuparem um espaço menor e facilitarem sua vida por caber em qualquer vaga, com essas qualidades eles são ótimos para quem vive em cidades grandes!

Já os carros maiores tem maior gasto de combustível e certa dificuldade pelo espaço que ocupam. Em contrapartida, são mais potentes e confortáveis, o conselho ideal é optar por um carro menor 1.0 para o cotidiano (cidade, trabalho, dia a dia) e aproveitar toda a potencia e conforto de um carro maior para os finais de semana e viagens com a família.

Falando sobre combustível a melhor opção são os carros flex, movidos à álcool e a gasolina, hoje em dia no Brasil 83% dos carros zero-quilômetro vendidos são flex, a tecnologia foi desenvolvida aqui e facilita sua vida por poder optar entre o litro mais barato, o plus é que o álcool  é o combustível menos poluente do mercado!

E para aqueles que dirigem muito, o gás natural veicular (GNV), se torna uma das opções mais vantajosas, pois é cerca de 70% mais econômico que a gasolina e 46% que o álcool, ou seja, mais barato que os dois! Mas como as montadoras ainda não produzem motores que rodam com gás, o carro precisará ser adaptado à tecnologia, mas procure se informar sobre os melhores kits de adaptação. O selo Certificado Ambiental de GNV é homologado pelo IBAMA, no site do Instituto é possível encontrar também a relação de fabricantes certificados!

Infelizmente, ainda estamos longe de um combustível 100% sustentável, mas há estudos para o uso do hidrogênio, que é abundante na natureza, e segundo os estudos, num futuro próximo ele será armazenado no tanque para sofrer uma reação química e produzir eletricidade, assim tornando possível o uso do motor elétrico todo o tempo, para manter as baterias sem necessidade de deixa-lo ligado a uma tomada e a queima desse combustível resultaria em apenas um vapor de água, que não poluirá a atmosfera! Estamos na esperança que esses estudos avancem logo, enquanto isso depende de nós ter consciência de cuidar do nosso planeta, esperamos que você tenha gostado de nossas dicas e agregue-as ao seu dia a dia!

 

Fonte: Vida Simples

Aromaterapia para o bem

Postado por: Mundo Verde em 24 de outubro de 2014

Quem não gosta de um cheirinho bom, ainda mais quando ele te proporciona uma sensação de bem-estar, né?!

A aromaterapia tem esse objetivo: tornar a sua rotina muito mais leve com óleos essenciais. A técnica é utilizada desde a sociedade egípcia que deu origem a técnica com a destilação dos componentes extraídos de plantas, caules, raízes, flores, frutos e resinas, aprimorada ao longo dos séculos.

Quando utilizados com inalação, são transportados por meio do olfato ao sistema nervoso, já quando entram em contato com a pele, penetram por meio dos poros e seguem para o sistema sanguíneo, linfático e para os órgãos.

São inúmeros benefícios que vão desde o controle da ansiedade até o controle de convulsões e da depressão. Estudos realizados mostram que tanto a inalação, banho ou a massagem podem trazer equilíbrio e boas energias e conforto para todo o sistema corporal e mental.

Dentre os óleos mais comuns e mais procurados estão o de bergamota, rosa, jasmim, ylang ylang, cardamomo, camomila e lavanda.  Cada versão possui uma função diferente e possui contraindicações, portanto, é preciso cuidado antes de comprar qualquer óleo por aí!

Uma dica importante é escolher óleos que sejam 100% naturais e se for dilui-lo, também devem ser puros. Caso possuam alguma mistura, podem prejudicar o tratamento e causar complicações indesejadas. Escolha as versões comercializadas em casas de produtos naturais e consulte um aromaterapeuta que irá indicar qual o óleo indicado para o seu caso.

 

Fonte: M de Mulher

 

Comece a reciclagem em casa

Postado por: Mundo Verde em 22 de outubro de 2014

Todo mundo já olhou para a lixeira de casa e pensou: nossa, que bagunça! Isso pode ser um sinal de que você precisa adotar a reciclagem como estilo de vida o quando antes. A reciclagem além de higiênica reduz o volume do lixo nos aterros sanitários, diminui a poluição e a contaminação do solo, reduz o consumo de energia e ainda gera empregos!

Infelizmente grande parte da população brasileira não possui o hábito de reciclar e colocam tudo o que é possível em um  único lixo. É importante que essa mentalidade mude e a população busque práticas que tornem o planeta mais sustentável. Que tal começar a sua parte hoje?

Se você quer adotar a reciclagem e repassa-la para a sua família e comunidade, o primeiro passo é comprar as lixeiras específicas para reciclagem. Cada uma possui uma cor específica. São elas:

-Azul: papel.

-Vermelho: plásticos.

-Amarelo: metais.

-Verde: vidro.

As lixeiras para resíduos orgânicos não possuem uma cor específica, já que não são descartados no processo de reciclagem.

Caso queira economizar, você também pode fazer em casa; basta pegar aqueles baldes que estão encostados no quintal e etiqueta-los de acordo com cada resíduo ( papel, vidro, plástico e resíduos orgânicos, ou restos de comida) e colocar sacos de plástico (se possível biodegradáveis) neles.

O segundo passo é reservar um tempo para separar o lixo. São poucos minutos de dedicação que valem a pena. Veja alguns exemplos e saiba como separá-los corretamente:

Resíduos orgânicos: de origem vegetal, ou animal, podem ser considerados como orgânicos o papel toalha, guardanapos, palitos de dentes, carnes, frutos e vegetais e ossos. Logo após a coleta, os resíduos são encaminhados para o aterro sanitário.

Plástico: sacos plásticos, garrafas pet, garrafões e frascos de água. Não são recicláveis os copos de iogurte, embalagens de produtos tóxicos, óleos e combustíveis.

Vidro: cacos, garrafas, frascos e vasos. As embalagens de remédios, espelhos, porcelanas e o vidro temperado não podem ser reciclados.

Papel: jornais, revistas, folhas de caderno, livros e papelão.

Metais: arames, pregos, garrafinhas de alumínio e aço, panelas. Clips, embalagens com materiais tóxicos, grampos e esponjas de aço também não podem ser reciclado.

 

Dica: As pilhas, baterias e relógios de pulso nunca devem ser descartados no lixo, eles possuem substâncias químicas que podem vazar e contaminar o solo! Informe-se sobre os postos especializados em coleta destes objetos.

 

Reciclar é vida. Entre nessa! ;)

 

Fonte: Delas Ig

O consumo consciente da água

Postado por: Mundo Verde em 20 de outubro de 2014

Você já se perguntou o quanto a água é essencial para você? Se não, é hora de começar a refletir!

A água é um elemento  vital para a sobrevivência do seres humanos, animais e do meio ambiente. Ela hidrata, alimenta, limpa, produz energia e faz parte da maioria dos processos de produção de alimentos e outros produtos que utilizamos no dia a dia. Poupá-la é muito fácil, além de evitar desperdícios,  só requer algumas horas do seu dia.

Existem várias formas de economizar e isso não só te tornam um cidadão mais consciente, como te ajuda a economizar o dinheiro da conta, o que é ótimo para o seu bolso, não é mesmo?!

Mas, quais práticas devo adotar? Olha só:

- Um banho mais curto com duração de no máximo 7 minutos.

- Reaproveitamento da água da máquina de lavar para limpar o quintal e calçadas

- Fechar a torneira enquanto estiver escovando os dentes ou lavando a louça.

- Não jogar papel no vaso sanitário, isso demanda um volume maior de água na descarga e pode entupir o encanamento.

É importante também ressaltar que o hábito da economia deve começar desde cedo. Quando você ensina o seu filho a adotar práticas sustentáveis e o incluo em círculos sociais os quais valorizam isso, ele  se torna um adulto que sempre irá valorizar a preservação do meio ambiente e melhor, irá repassar isso aos seus coleguinhas de classe.

Disseminar e vivenciar um mundo cada vez melhor é uma escolha sua e refletirá diretamente no seu modo de vida. Comece em casa e espalhe essa ideia no trabalho, entre os amigos e por onde passar!

 

Fonte: Vila Mulher

 

Caminhe para o seu bem-estar

Postado por: Mundo Verde em 17 de outubro de 2014

A caminhada pode se tornar uma saída para quem quer iniciar as atividades físicas de forma fácil, leve e econômica. Além de ser indicada para qualquer idade, ajudar a conquistar as medidas desejadas e  garante um dia cheio de disposição.

O ideal é que a sua caminhada seja feita ao menos três vezes por semana com a duração de meia hora. Porém, mesmo com 10 minutos de duração, os resultados já podem ser notados. Caso deseje um ritmo mais lento, você pode caminhar com passos mais lentos em terrenos planos, ou se deseja um ritmo mais acelerado, faça passadas mais rápidas, preferencialmente em terrenos inclinados.

A lista de benefícios é extensa, dentre elas podemos destacar:

- Ajuda no emagrecimento: o metabolismo fica mais acelerado exigindo uma demanda maior no gasto de calorias; isso faz com que as gorduras localizadas sejam eliminadas rapidamente.

- Melhora a circulação do sangue: quanto mais se caminha, maior será a intensidade do bombeamento do sangue nas artérias e veias, o que consequentemente ajudará na melhora da oxigenação do cérebro e de todo o  corpo.

- Melhora na respiração: os pulmões também são beneficiados já que as trocas gasosas ocorrem de forma acelerada. Assim, todas as impurezas como poeiras e secreções são eliminadas com mais facilidade.

- Aumento da sensação de bem estar: caminhar em parques, jardins e áreas abertas, mesmo que por alguns minutos, pode melhorar consideravelmente a saúde mental e consequentemente melhorar o humor e forma com que você lida com as tarefas do dia.

 

Dica: se o dia estiver muito quente, pratique a sua caminhada até às 10 horas e à tarde, após as 17 horas!

 

E aí, vamos? O importante é começar, não é mesmo?!

 

Fonte: Corpo a Corpo

 

A luta contra o câncer de mama

Postado por: Mundo Verde em 15 de outubro de 2014

Atualmente o câncer de mama é um das doenças que mais preocupam as mulheres, e apesar de poucos casos, ela existe também em homens. Apenas em 2012 foram registrados 52.680 casos segundo o INCA, Instituto Nacional do Câncer.

Todo cuidado é pouco e por isso, existem exames a fim de detectar a doença e trata-la o quanto antes. A mamografia, por exemplo, é a mais conhecida e sua indicação vale para mulheres a partir dos 40 anos; ela consiste na radiografia das mamas a qual é possível identificar algum tipo de alteração como nódulos e tumores. Também, é possível fazer o diagnóstico por meio de exames clínicos, ressonâncias, ultrassom do abdome e exames de sangue.

Caso a doença seja detectada, são realizados alguns tratamentos para a contenção ou a diminuição do tumor. São elas:

- Radioterapia realizada durante o andamento do processo cirúrgico.

- Tratamento com quimioterápicos e hormonioterapicos por via oral ou sanguínea.

Quanto à cirurgia, existem dois tipos de procedimentos: a mastectomia realizada quando o tumor ultrapassa o tamanho de 3 cm, sendo assim necessária a retirada completa da mama; e a conservadora da mama, uma alternativa para tumores com até 3 cm que preservam a área não afetada.

 

Dica: O autoexame é fundamental para identificar algum tipo de anormalidade, afinal ninguém conhece tão bem o seu corpo quanto você! Se notar algo estranho como caroços, manchas e alterações na pele procure ajuda médica.

 

Lembre-se: sua vida vem SEMPRE em primeiro lugar!

 

Fontes: Bem Estar  / Dr. Drauzio Varella

 

 

Os cuidados necessários com as plantas na primavera

Postado por: Mundo Verde em 13 de outubro de 2014

Ah, a primavera! Tudo fica mais colorido, cheiroso e cheio de vida, não é mesmo?

Por apresentar um clima úmido, chuvas e altas temperaturas, a estação favorece o florescimento e a germinação das plantas. Ter um jardim bem cuidado e florido seja ele grande ou pequeno, não requer muitos segredos e pode se tornar uma grande terapia!

Se você deseja montar um jardim, o ideal é que comece pelos vasos, cachepots e floreiras, de preferência com furos para não deixar a planta encharcada. É importante se atentar com a necessidade de cada planta, fatores como a iluminação, quantidade de água necessária por dia, temperatura e a ventilação devem ser considerados para mantê-las saudáveis.

Após certo período de desenvolvimento, é necessário transferi-las para a terra. Uma forma de identificar quando estão prontas para a troca, é verificar se as raízes estão “pulando” para fora do vaso.

Caso já tenha um jardim, o ideal é que a manutenção seja a melhor possível. Limpar as folhas secas e retirar os galhos secos, por exemplo, pode deixar a planta mais forte. Já a poda deve ser feita no inverno, período conhecido como dormência, em que as plantas descansam e retém água e nutrientes, logo após, deve ser feita a adubação, pois ele dará força à planta para florescer.

Dica: Não deixe de procurar um jardineiro especializado, ele poderá tirar todas as suas dúvidas e te aconselhar sobre como deixar o seu jardim lindo!

Fonte: CicloVivo

Escolha a bike e ganhe mais tempo e saúde

Postado por: Mundo Verde em 10 de outubro de 2014

Atualmente a prática de utilizar a bike como uma alternativa para ir ao trabalho, ou realizar outras atividades que exijam o uso do carro, vem se tornando comum nas grandes cidades. Tal prática não só pode trazer uma condição de vida muito mais proveitosa, como pode refletir em muitos pontos positivos para a  sua saúde e para o meio ambiente.

A prática proporciona diversos fatores positivos. Olha só:

- Mais energia: quando você se movimenta com a bike, você gera mais energia, ao contrário do carro, que não exige nenhum tipo de esforço mais complexo, e ganha mais disposição para enfrentar as tarefas diárias, isso acontece devido à liberação de endorfina, substância responsável pela sensação de bem-estar e felicidade.

- Economia de tempo: não há como negar o tempo que você economiza com a bike, não há trânsito, engarrafamentos e melhor, não morre no caminho!

- É anti-stress: você pode se movimentar de forma divertida e descontraída, ficar mais atento ao que acontece ao seu redor, ter mais contado com as pessoas e a paisagem.

- Não polui: como não necessita de combustível, a bike não polui o ambiente e não ocupa espaço.

- Dinheiro: você economiza o dinheiro que seria gasto com as passagens, ou com o combustível do carro.

Lembre-se a escolha de uma vida mais saudável e de um ambiente com melhores condições de habitação e mobilidade dependem primeiramente de você. Pegue a sua bike e seja feliz! ;)

 

Fonte: CicloVivo

Os benefícios da yoga para a saúde mental e corporal

Postado por: Mundo Verde em 8 de outubro de 2014

Conquistar uma vida mais zen parece ser difícil nos dias de hoje. Com o stress do dia a dia, trabalho, faculdade, transportes e tantos outros fatores que não colaboram para uma vida mais tranquila, parece muito distante a ideia de desacelerar um pouquinho! Mas, é possível e a yoga é uma ótima alternativa!

A prática da yoga permite que você descanse o corpo e equilibre a mente de forma leve e muito fácil. Os exercícios têm como objetivo amenizar os efeitos do stress e, consequentemente, refletem em todo o corpo e no intelecto, seja na forma de interagir com o meio social, ou em entrar em plena harmonia com organismo.

Aliada a uma boa alimentação e a boa qualidade do sono, os benefícios são percebidos em pouco tempo. Dentre os inúmeros benefícios estão:

- Efeito anti-stress.

- Melhora na concentração.

- Alívio dos sintomas da TPM.

- Controle da ansiedade.

- Desenvolvimento e manutenção da memória.

- Controle da respiração.

- Melhora da postura.

Atualmente existem diversos tipos de yoga que se baseiam em exercícios respiratórios, meditação, técnicas corporais, e relaxamento, por exemplo. O melhor é que a prática é recomendada para todas as idades!

Dica: Converse com um profissional habilitado para saber qual o nível e tipos de exercícios são mais indicados para você.
Fonte: h&h Discovery Mulher